Clube Winx Portugal
Olá! Sê bem-vindo ao Clube Winx Portugal. Faz login ou regista-te para desfrutares ao máximo do conteúdo do fórum!



 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin
Login
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Dezembro 2016
SegTerQuaQuiSexSabDom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 
CalendárioCalendário
Top dos mais postadores
Philippa54JS
 
sill
 
LeonLevi [Levi´s Moon]
 
KatiBMT
 
Princess D*
 
Light
 
Flora Sellene
 
Lekinha
 
CandyStocking
 
Bradwizard
 
Últimos assuntos
» Outro Bug do Forumeiros?
Sex Set 12 2014, 03:26 por a2789233

» Imagens Oficiais da 5ª Temporada
Seg Jul 29 2013, 10:47 por Philippa54JS

» Episoódio Especial 1: Abertura
Sab Jul 27 2013, 22:03 por rolim003

» Magia Charmix!: Clips
Ter Jul 16 2013, 15:34 por Philippa54JS

» Horários de Transmissão
Seg Jul 15 2013, 22:57 por Philippa54JS

» Novas Bonecas Trix - Sirenix Negro
Sab Jul 06 2013, 11:01 por Flora56

» Músicas Winx
Sex Jul 05 2013, 16:00 por Flora56

» 523: The Shark's Eye
Seg Maio 20 2013, 19:46 por Philippa54JS

» 522: Listen to Your Heart
Seg Maio 20 2013, 19:45 por Philippa54JS

YouTube



Parcerias






Compartilhe | 
 

 [Special FanFic] Clube Winx Portugal: Members Adventure

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: [Special FanFic] Clube Winx Portugal: Members Adventure   Qui Mar 25 2010, 19:29


Isto é uma FanFic Especial! Como o próprio nome indica, "Clube Winx Portugal: Aventura dos Membros", é uma história em que todos participam! O que significa que eu vou dar início à história, falando por mim, e outro membro tem que a continuar, falando por ele. E onde é que entram as Winx no meio disto tudo? É que, primeiro, temos que formar um clube de 6 elementos, e outras personagens. O sexo é indiferente para a personagem, porque nós falamos por nós, apenas vamos ter semelhanças. Por exemplo, a minha gota-astral (podemos chamar assim) será a Stella, mas eu sou o Wildcat17. Apenas tenho os mesmos poderes e vivo nos mesmo sítios que ela. Então, pessoal, preparados?

Dicionário da Aventura:
Gota-Astral: aquela personagem com quem o membro se identifica.
Simétrico: membro que esteja a ocupar as semelhanças de certa personagem.
Clube Winx Portugal: nome do Clube protagonista de 6 elementos.
Magia Winx PT!: palavras a utilizar na transformação!

O que tens que fazer: Continuar a história na ordem de escrita - a ordem será formada depois de feito o clube. Escrever como se fosse o teu diário, falar na 1ª pessoa. Mas falar também de todos os personagens em questão. Tens sempre que adaptar a tua continuação ao último capítulo escrito por outro membro.

Regras:
- Não escrever na vez de outra pessoa.
- Escrever no prazo de 2 semanas a partir do último capítulo postado.
- Escrever na 1ª pessoa.
- Escrever em relação a ti (não fales como se fosses eu, por exemplo).
- Não comentar neste tópico.
- Não fazer double-post.
- Escrever sempre com coisas ligadas às Winx originais, como mundos, transformações...


Nota: É extremamente proibido comentar neste tópico. Se queres comentar alguma coisa, combinar algo ou tirar uma dúvida, fá-lo no tópico "Clube Winx Portugal: Members Adventure - Dúvidas & Comentários", na Sub-Secção "Votações das FanFics".

Gotas-Astrais existentes:
- Bloom
- Stella
- Flora
- Musa
- Tecna
- Layla
- Roxy
- Icy
- Darcy
- Stormy
------------»»»»»»»» As outras personagens não poderão ser ocupadas, serão referidas pelo seu verdadeiro nome.

Gotas-Astrais ocupadas & Membros que as Ocupam:
Stella - Wildcat17
Tecna - SeraphicLady
Musa - Light
Layla - Lekinha
Icy - FairyMoon24
Flora - Princess *D
Bloom - Philippa54
Darcy - Flora Sellene
Roxy - Bradwizard
Stormy - KatiBMT

ALGUMA DÚVIDA, PERGUNTEM NO TÓPICO INDICADO!

AS CANDIDATURAS PODEM SER FEITAS TAMBÉM NO TÓPICO "Clube Winx Portugal: Members Adventure - Dúvidas & Comentários".


FUNDADOR DA SPECIAL FANFIC: Wildcat17
DESIGNER OFICIAL DA SPECIAL FANFIC: SeraphicLady


Última edição por Wildcat17 em Sab Dez 04 2010, 01:04, editado 23 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: [Special FanFic] Clube Winx Portugal: Members Adventure   Qui Abr 08 2010, 21:41

Post-it afro

A Special FanFic Clube Winx Portugal: Members Adventure será escrita por 10 membros (referidos acima).

A ordem dos escritores será a seguinte:
1. Philippa54
2. Princess *D
3. Wildcat17
4. Light
5. SeraphicLady
6. sill
7. FairyMoon24
8. Flora Sellene
9. KatiBMT
10. Bradwizard


Nota: Cada capítulo terá que ter em itálico "Diário do(a) [nome do Simétrico]".


Última edição por Wildcat17 em Qua Set 29 2010, 20:50, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: [Special FanFic] Clube Winx Portugal: Members Adventure   Ter Jun 29 2010, 18:04

Diário do Clube Winx Portugal

O que é que marca uma nova jornada? Uma nova etapa da vida? O início! O primeiro acontecimento!
Tudo tem um começo, um meio, e um fim. Este é o começo de uma nova aventura. Nós somos seis amigos: Philippa54, Princess *D, Wildcat17, Light, TecnoGirl e sill.
É nesta história que vamos relatar a nossa aventura, um por um. Com a ajuda das Trix Portugal (FairyMoon24*S, Flora Sellene e KatiBMT) e do nosso amigo Bradwizard, relataremos a nossa história!
Começando pela ida (ou descoberta) para Alfea - a escola de fadas e feiticeiros; Torre Enublada - a escola de bruxas; ou ainda a vida na Terra por parte do Bradwizard, antes de nos conhecer.
Esperamos que gostem! Very Happy
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Philippa54JS
Administrador


Mensagens : 5686
Reputação : 45
Data de inscrição : 31/12/2008
Idade : 23
Localização : Porto

MensagemAssunto: Re: [Special FanFic] Clube Winx Portugal: Members Adventure   Qua Jul 28 2010, 22:46

Diário da Philippa54

Bom dia Gardenia! É mais um dia nesta grande cidade, e o dia começou com a minha mãe a pregar-me uma partidinha…
- Phil, acorda! Vais chegar atrasada à escola!
- Huh, escola? – levantei-me imediatamente de cama. - Porque é que não me acordaste mais cedo?
Comecei a vestir-me rapidamente, enquanto a minha mãe se ria às gargalhadas.
- Qual é a piada? – perguntei.
- A piada, sua tonta, é que estás de férias! – exclamou a minha mãe, ainda a recuperar do riso.
- Que piadinha, mãe… Para que é que me acordaste?
- Preciso de ajuda na loja, e agora que estás de férias podes ajudar-me, certo?
- Não tenho alternativa, pois não… - disse eu, num tom de lamento.
Acabei de me vestir, e quando desci, já a minha mãe saía para a loja. O meu pai já tinha saído de manhã bem cedo, por isso estava sozinha em casa. O que eu dava para ter mais uns minutos de sono, agora que já não está ninguém! Mas não tenho alternativa, agora tenho de ir para a loja, tratar de flores… Flores não é comigo, acho que preferia ir com o meu pai, o fogo sempre me atraiu mais, nem faço ideia porquê. É muito mais seguro do que andar no meio dos incêndios, ou mesmo salvar gatinhos presos em cima de árvores. Bem, Phil, não te vai adiantar de nada divagar acerca disto… Mais vale ir andando, não me apetece levar sermão logo no primeiro dia de trabalho.
Saí de casa, nem muito apressada nem muito animada em relação ao que esperava. O caminho para a loja da minha mãe nunca tinha nada de novo, era sempre o mesmo: aborrecido. As mesmas casas, as mesmas pessoas, as mesmas ruas...
Até que algo despertou a minha atenção. Um rugido atrás de uns arbustos atraiu-me até esse lugar. Ainda trémula, aproximei-me. Não era tarde para voltar para trás, mas a minha curiosidade impediu-me de o fazer. A cada passo que dava, o meu coração batia mais depressa.
- No que é que te vieste meter, Phil… - pensei.
Escondi-me atrás de uma árvore, que se encontrava perto o suficiente do sítio de onde pensava ter ouvido o rugido. Espreitei e deparei-me com algo que nunca tinha visto antes. Um ser, que não me parecia humano, alto, volumoso e assustador. Estava de costas, e olhava para um buraco a pairar. Ouvia uma voz a sair dele:
- É bom que não falhes desta vez. Encontra a rapariga, não importa como o fazes. Precisamos do poder dela.
- Sim, senhoras. – disse o ser.
Esta… coisa parecia ser servo daquela que lhe falava. Mas de que rapariga estariam a falar? E precisam do poder dela? Que poder?
Voltei a ouvir o rugido. Tinha espreitado durante demasiado tempo. O monstro tinha-me visto, e agora era tarde para fugir.
- O que é que estás aqui a fazer, sua pirralha intrometida? – gritou ele, agarrando-me.
- Larga-me!
- Deves pensar que te posso deixar ir assim, miúda… Vais explicar-te e dizer-me tudo o que viste, senão…
- Senão o quê, seu animal? – perguntou alguém.
Era um rapaz. Segurava o que me parecia ser um ceptro. Admito que a primeira coisa que pensei foi que não era Carnaval. Mas ele não me parecia um rapaz normal. Todas as minhas dúvidas desapareceram quando um raio foi disparado do ceptro dele. Seria… Um feiticeiro? Um feiticeiro real? O monstro largou-me, e eu caí violentamente no chão. Ele fez um sinal com a mão, e apareceram várias criaturas estranhas, que imediatamente se aproximaram de mim enquanto me levantava. Uma delas chegou a agarrar-me, mas afastei-a com um pontapé. Entretanto, o rapaz continuava a lutar contra o monstro e duas das criaturas. Decidi então pegar num pau que encontrei para poder defender-me mais eficazmente e atrair o monstro.
- Hei, cara de peixe! Deixa-o em paz! – gritei.
O que é que eu fiz… A única coisa com que me podia defender era aquele pau, e nada mais. Ele mandou os mais pequenos atacarem-me. Devido à sua velocidade, era impossível defender-me deles todos. A minha reacção foi esticar o braço e fechar os olhos. Mas esta simples defesa revelou-se uma acção extraordinária. Abri os olhos, e via os pequenos animais a chocarem contra uma espécie de parede e a serem repelidos. Eu tinha criado um escudo mágico.
- Não é possível… O que é que acabei de fazer? – perguntava-me a mim mesma, ainda confusa.
Mas não tive tempo para perceber. Quando se apercebeu do que eu tinha feito, o monstro dirigiu-se a mim, e quando me tentou agarrar, um raio foi projectado do meu corpo, sem que eu tivesse consciência disso. O raio atingiu-o, fazendo-o admitir a derrota e fugir.
O rapaz aproximou-se de mim, depois de se certificar que todos tinham desaparecido.
- Aquilo que fizeste… Foi incrível!
- O que é que eu fiz, é assim tão especial? – interroguei.
- Especial? Tu tens poderes! És… Uma fada!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.youtube.com/user/SelfishPromises
Princess D*
Bruxas


Mensagens : 1925
Reputação : 7
Data de inscrição : 28/01/2010
Idade : 20
Localização : Brasil

MensagemAssunto: Re: [Special FanFic] Clube Winx Portugal: Members Adventure   Seg Ago 09 2010, 00:13

Diário da Princess D*


Está fazendo uma bela manhã em Linphea, pensei comigo mesma; as árvores estão felizes e a mãe natureza está em paz, tudo está como dev ser. Eu estava descansando encostada em um magnífico carvalho, pensando na vida.
Aqui em Linphea as plantas e animais são tratadas como nossos iguais, por isso sempre tive cuidado e muita consideração com ambos, até poque, em breve, tornaria-me a fada da natureza e o pensamento de ir para Alfeia assustava-me.
Alfeia é a escola para fadas onde eu iria aprender tudo que fosse preciso para tornar-me uma fada. Era disso que mais tinha medo: de ir para um lugar estranho. Tinha medo do que encontraria pelo meu caminho; medo de não adaptar-me ao lugar, de não sair-me bem e, acima de tudo, estou apavorada de ter que sair do meu planeta. Mas nenhuma dessas coisas eu deixo transparecer, para que não magoem meu pai, pois é muito importante para ele que me torne fada.
Levantei-me do carvalho e fui caminhar um pouco, caminhar em geral me fazia bem.
Caminhei por algum tempo, que pareceu-me longo, minhas preocupações e medos cercando-me. Depois de uns momentos confesso que pensei em desistir, largar tudo e não ir mais para Alfeia, onde seria uma vergonha de aluna. Se não fosse tão medrosa talvez tivesse feito isso. Sem perceber cheguei a um ponto de caminho desconhecido, no qual nunca tinha estado antes. Este novo lugar aparentava solidão, era escuro, sem flores e as altas arvores davam a impressão de estarem mortas. De imediato começei a preocupar-me, pensando que estava perdida ou que fora longe de mais, a um lugar proibido talvez.
Foi então que ouvi um barulho, um som cortante que dava-me profunda agonia. Enchendo-me de coragem fui investigar de onde vinha o som. Embreinhei-me por dentro das arvores escuras e, ao fazer isso, senti uma sensação estranha de desolação. O que mais queria naquele momento era ir embora daquele lugar, mas não podia, estava preocupada de mais com as arvores. Tentei não fazer algazarra pra minha aproximação, quem quer que estivesse produzindo o som não podia ser boa coisa. Andei mais um pouco e cheguei a uma ampla clareira e vi uma coisa que deixou-me totalmente chocada.
Havia um grupo de homens jogando um líquido estranho nas arvores, algo de tom amarelo, que as fazia ficarem com aparencia de morta. Logo percebi: eles estavam jogando lixo químico naquele lugar, por isso estava daquele jeito! Eu tinha que fazer alguma coisa, afinal eu era a fada da natureza e não podia deixar que continuassem a destruir o lugar, eles não tinham o direito de acabar com a vida, de acabar com a natureza! Com toda a coragem que pude juntar no momento fui até eles, decidida.
Um dos homens, que mais parecia um macaco, olhou pra mim com uma cara de intrigado, mas não me deixei intimidar.
Parei perto deles e disse furiosa:
- Não podem jogar esse produtos aqui! Eatão matando a natureza!
-Ah, não podemos? Quem vai no impedir, você?
-Se for preciso sim, vou impedi-los! - e ia mesmo, custasse qualquer coisa.
-Então, porque não tentas? - desafiou-me um homem baixinho com um toneu na mão
Quando ele terminou de dizer isso todos os outros começaram a rir, rir de mim. Eu estava com medo, não tinha ninguém que pudesse ajudar-me; eles eram muitos e demasiado grandes para mim, sem contar que não sabia nada sobre lutas.
Os homens avançaram em minha direção, todos eles olhando-me com malícia. Recuei uns passos, pensei em meus pais e em minha irmã, pensei em como eles ficariam se não voltasse pra casa para jantar.... e essas pobres arvores dependiam de mim para salva-las... eu não posso deixar que eles as machuquem! Posso e vou faze-los parar!
Foi então que aconteceu; uma sensação ótima de calor percorreu meu corpo, eu estava me transformando... transformando-me pela primeira vez em fada! Quando acabou me senti cheia de esperança; bati as asas, levantei voou e foi maravilhoso. Não pude deixar de olhar para baixo e ver as expressões de espanto dos homens e tive de segurar-me para não rir.
- Agora, fadinha, é melhor que dessas! Tu esqueces que nos viu e nós não vamos fazer-te mal algum - ouvi a voz do cara de macaco lá embaixo, mas não dei muita atenção; agora podia salvar as arvores e todo o lugar de serem destruidos!
- Não vou sair da qui, tu e teus amifos é que vão! - eu ia garantir isso
Pensei em um plano que pareceu-me bom. "Tenho que entrar em contato com a natureza! Tenho que pedir ajuda dela!" Pousei um pouco afastada deles, torcendo para que meu plano desse certo... Fechei os olhos e concentrei-me o maximo que pude no que ia fazer, não era só eu que dependia disso... "Por favor, ajudem-me! Preciso de vocês. Temos que nos unir!"... e nada, nada aconteceu. Tentei de novo e...nada. Não estava funcionando. Ao longe podia ouvir aqules hoemns rindo e sabia que não restava-me muito tempo até que eles se cansassem. Tentei de novo, totalmente concentrada e, para meu alívio, comecei a sentir uma energia, uma energia que só podia estar vindo das avores. Como se soubessem o que eu estava pensando as arvores a se mexer e foram atras dos homens, que estavam parados de medo mas recuaram diante de suas aproximações; mas as arvores foram mais rápidas que eles e os agarraram, tirando-os do chão enquanto gritavam.
"Deu certo! Deu certo!" era só no que pensava naquele momento maravilhoso.
- Solte-nos! Por favor solte-nos! - depia o homem baixinho
- Não vou solta-los até que prometam que não vão mais voltar a poluir a natureza! Ela também tem vida, sabiam? Ela também sente! - ralhei com eles
- Não vamos voltar a poluir de novo! Prometemos! - disse o cara de macaco
Se não tivesse sentido verdade naquelas palavras não teria pedido que as arvores os soltassem para que saissem correndo pra longe de mim e das arvores.
Depois disso pude começar a trabalhar na recuperação do lugar. Quando acabei rumei, muito feliz, em direção a minha casa, pelo caminho que as arvores indicaram-me. Chegando em casa encontrei minha irmã, Miele esperando-me.
- Então Princess, estais pronta pro grande dia? - perguntou-me com um enorme sorriso no rosto.
- Que grande dia, Miele? - quis saber
- É amanhã! Amanhã vais para Alfeia! Estais pronta? - exigiu Miele, ainda sorrindo
- É claro, Miele; estou totalmente pronta!

______________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: [Special FanFic] Clube Winx Portugal: Members Adventure   Qui Ago 26 2010, 00:56

Diário do Wildcat17


- Uma fada!? - perguntou, sobressaltada, a rapariga.
E desatou a rir. Riu como só nos rimos uma vez por ano. A "moça" (mais velha uns bons quatro anos) devia estar doida! Depois de tudo o que tinha acontecido, depois de descobrir que tinha poderes, depois de lhe ser revelado que era uma fada. Ria como se mais nada importasse!
- E essas roupas... Estamos no Carnaval? - gozou, por entre risos.
Uma coisa era rir-se do nervosismo, mas outro era gozar com o meu fato de feiticeiro que custou tanto a ganhar! A miúda até já chorava, de tanto rir...
- Ouve, vamos para algum sítio. A tua casa fica longe? - perguntei, para parar com aquilo.
Finalmente ela parou de rir. E começou a chorar. Ou era doida ou estava doente!
- Acabei de fazer umas explosões quaisquer com os olhos fechados, vi monstros que nunca pensei existirem e estou prestes a levar um miúdo qualquer que nem conheço para minha casa. - Sorriu. - Chamo-me Philippa54, mas podes-me tratar por Phil.
- Wildcat17. Costumam-me chamar de Wildcat, ou só Wild.
- Vamos! Só espero que ninguém me veja... E não podes trocar de roupa?
- Oh!, claro. Mas... os teus pais ou alguém estão em casa?
- Não, só chegam à noite. Mas...
- Coordenadas. Diz-me onde moras!
A Philippa lá explicou, muito detalhadamente. No fim, tele-transportei-nos para o quarto dela, e voltei à minha forma original. Qualquer um que me visse pensaria que eu era um humano comum, tal como pensavam da Phil.
Ela estava espantado pelo tele-transporte (que estranho, espanto por isto nos dias de hoje). Estava difícil convencê-la de que era uma fada, mas lá acreditou.
- (...) e não podes contar a ninguém! Nem aos teus pais.Ps humanos não podem saber da nossa existência, não me perguntes porquê - regras da Dimensão Mágica!
- Ok, acho que vou acumular a informação toda, com o tempo! - Reclamou a Phil. - Mas, e agora? O que faço?
- Tens que vir para Alfea, a melhor escola de Fadas e Feiticeiros da Dimensão. Fica em Magix, a capital. É para onde eu vou. E reconheço que não tenho nenhum amigo que vá para lá, e tu fazias-me jeito! Tens que desenvolver os teus poderes, Phil. Pelo que vi, és muito poderosa!
- Mas eu não posso abandonar a minha escola. Tenho que aprender... aquela treta toda... E posso livrar-me do Andy...
- Andy?
- Bem, história do passado! Sabes, acho que estou dentro! Mas se não posso contar aos meus pais, como é que vou?
Era uma pergunta interessante. Mas ela precisava de descobrir mais sobre si. E era por ela, não por mim (bom, talvez um pouco)! Acho que era uma boa acção fazê-lo...
- Podemos criar uma cópia tua. A cópia pode substituir-te na tua vida! Agirá exactamente como tu!
- Mas eu não quero abandonar os meus pais... Sem ao menos eles saberem que o faço. Sem saberem para onde vou!
- A decisão é tua... Escolhe bem!
Ela pensou... e pensou... E disse:
- Ainda não me disseste porque estavas na floresta!
Pisou território proibido. Era informação a mais! Mas se era a única maneira de a convencer a ir para Alfea (por ela, não por mim - acho eu)...
- Aquele ogre fedorento quer o meu ceptro. Ah!, esqueci-me de te dizer. Sou o príncipe de Solaria, e sou o Feiticeiro do Sol e da Lua. O ceptro é um anel mágico - mostrei-lhe o meu polegar direito, onde estava o anel) que se converte neste bastão, e aumenta-me o poder! Não sei para que é que aquele monstro mal-cheiroso o quer, mas não preciso de descobrir! Acabamos por vir para a Terra quando usei o tele-transporte. Não sabia que fazer, e tele-transportei-me ao calhas. Não sei porquê, o raio do ogre também conseguiu vir. Se tu não chegasses, eu estava "frito". Felizmente, ele foi-se embora.
- Ok... Boa história! Então ainda bem que fui útil! - Aparentemente! - acrescentou.
- Agora tenho que ir para casa... Se os meus guarda-costas irritantes descobrem que eu saí, fico de castigo até à formatura! Amanhã de manhã apareço, e tens que me dar a resposta! As aulas começam amanhã. Vou trazer o feitiço da cópia, em esperança que aceites.
- Obrigado, Wildcat. Vou pensar em tudo! Até amanhã, miúdo!
- Tenho treze anos!! Bem, até amanhã, velha! - e tele-transportei-me, a rir.
Só gostava de ter visto a cara dela! Mas o dia seguinte era um novo dia, talvez um novo começo!
Ela lembrava-me a mim, há um ano, indeciso sobre a ida para Alfea ou para a escola normal... Penso que fiz a escolha acertada!
Cheguei ao castelo. Por que é que não tinha conseguido aparecer no meu quarto!? Em vez disso, apareci no salão de baile. Felizmente, não estava lá ninguém. Escapuli-me pelos arredores do castelo, subi as escadas, e lá estavam os guarda-costas à porta do quarto. Por vezes as aulas preparatórias exigidas pelo meu pai até davam jeito...e aquela era uma óptima ocasião para pôr em prática o que já tinha aprendido.
Concentrei todo o meu poder e foquei-me na minha aparência física. Imaginei-me a desaparecer, e assim aconteceu. Pus-me no meio dos guarda-costas, e sem eles perceberem, abri a porta e entrei.
Por fim, estava a salvo no meu refúgio. Tranquei a porta com o cadeado mágico (adquirido sem conhecimento geral) e deitei-me na cama, a olhar para o poster da Melay Syreus - uma fada, a minha ídolo, que cantava e representava em toda a Dimensão Mágica, e na Terra, fazendo-se passar por humana. Era a melhor!
Estava ansioso pelo dia seguinte. Esperava uma resposta afirmativa.
Ri-me, feliz. Gostava da Philippa54. E fechei os olhos, visualizando o seu rosto, já tão familiar. E foi aí que o mundo desapareceu, dando lugar à escuridão da minha mente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Light
Estágiario


Mensagens : 1582
Reputação : 0
Data de inscrição : 27/09/2009
Idade : 22
Localização : JESUS

MensagemAssunto: Re: [Special FanFic] Clube Winx Portugal: Members Adventure   Seg Set 20 2010, 19:23

Diário do Light

Um novo dia passado. Uma nova aventura passada, como sempre todos os dias em que se passava em Melody.
- Como correram as aulas filho? - perguntou a minha ao me abrir a porta de entrada na casa - Fizeste alguma asneira?
- Mãe! Pára de me dizer isso. Já sou suficientemente crescido, para me saber comportar ou não? - disse eu, furioso, mandando a mala para o chão e sentar-me num dos sofás que se encontrava na sala de jantar.
- Está bem, está bem - disse a minha mãe rindo-se - Mas mesmo assim, correu-te bem?
- Claro que sim. Querias o quê? - disse eu, fazendo uma careta para a minha mãe - Correu bem. Descobri que o meu professor de música adora a tua voz.
- Uau! Tenho que falar com o teu professor - disse a minha mãe, olhando para mim, com um ar de interessada na conversa, mas eu sabia que também esse ar, queria-me dizer que queria que lhe contasse mais, mas eu não queria contar mais.
- Olha mãe, não tenho trabalhos-de-casa, por isso vou para o meu quarto ouvir e tocar música - disse, levantando-me do sofá e correr para o meu quarto.
Antes de fechar a porta, para por a música aos altos berros ainda vou a minha mãe a dizer: “Vou sair…”, e sabe que ela ia à minha escola saber se me tinha comportado bem, como sempre, todos os dias.
A minha mãe, antigamente era uma cantora famosa, mas, depois de passar só de música de elevador, foi esquecida por completo, ou quase. Mas ainda haviam muitas pessoas a quererem que a minha mãe cantasse em bares ou até fazer um concerto de despedida, porque a sua careira foi abaixo, como a carreira da Bratzy Assobias, uma antiga cantora de música pimba.
Comecei a rir-me, quando tinha acabado de dizer o nome dela. Levantei-me da cama e fui buscar o comando da aparelhagem e mudei de CD.
Chamava-se “Bite Me” e era da minha cantora favorita Ana Sofia Bacalhau. Ela era uma grande cantora, francesa e cantava lindas músicas calmas. Para me animar e incentivar a tocar.
Tocava flauta transversal. Era um dos melhores, da banda de Melody.
Mas deixando os promonores, eu tenho um dom especial. Quero dizer, algo que fazia de mim, tocar de uma forma belissíma como todas as pessoas que habitavam Dannif, uma terra dentro de Melody, diziam quando tocava, com a banda.
Mas continuando. Tinha, como já dito, um dom. Fazia-me ser uma pessoa diferente das outras, tinha o poder da música dentro de mim. Como se fosse um género de ‘fada’ mas no masculino. Uma espécie de ‘feiticeiro’, mas com asas, o que me fazia sentir ridículo.
Muita gente não acreditava no que dizia, dizia que tudo era só delírios e que estava a passar por uma fase da minha vida em que tinha sonhos, de todos os tipo e formas. Mas era mentira. Tinha mesmo poderes e podia-o comprovar.
- Magia Winx PT! - disse, e de repente aparece uma luz a envolver-me, vermelha, e comecei a ‘transformar-me’.
Vinte segundos depois estava ‘transformado’. O ‘fato’ era um pouco, afeminado, quero dizer, estava-me a sentir como uma rapariga, o corte de cabelo tudo. Mas temos de ser quem nós somos, como dizia a minha avó.
Temos de demonstrar às pessoas que nós não somos fracos e por isso, nos podem começar a chamar de nomes. Temos de ter a nossa autoconfiança.
Desliguei a aparelhagem e saí o quarto a correr, para não ser visto pelo meu pai. Ele é um ‘criador’ de instrumentos musicais. Foi ele que me fez a flauta transversal, por isso, tenho muito orgulho em usá-la.
Desci as escadas que davam para a sala e abri a porta do lado de trás que dava para um enorme quintal da minha casa.
Dirigi-me para o centro e testei as minhas asas, para ver se conseguia voar.
Estava a dar tudo certo, as asas davam para eu conseguir voar.
‘Levantei’ voo logo de seguida e fiz o menor barulho para o meu pai não reparar, porque quando ele está a trabalhar, não gosta muito de ouvir eu a fazer traquinices no jardim.

______________________


[center]Fã nº 1 de Kaito and Erza!

[/center]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tokyorpggame.ativoforum.com/forum.htm
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: [Special FanFic] Clube Winx Portugal: Members Adventure   Qua Set 29 2010, 20:40

Diário da SeraphicLady

Dia 1 de Janeiro de 2010 – 12h:00

Era mais um dia normal. Eu estava sentada no meu quarto a ler um livro bastante interessante sobre fadas. Estava na secção dos vários tipos de asas. Realmente aquilo para mim era um fascínio. Ainda não sabem da minha mais recente novidade? Sou uma fada. Sim, leram bem, uma fada. Aquelas raparigas que vivem secretamente a lutarem contra mal para defender o bem com asas e pozinhos de magia. Os meus poderes derivam da tecnologia, um poder muito inteligente com possibilidades infinitas, apenas é preciso ter um pouco de imaginação.
Bem, tudo começou numa tarde de névoa. O clima estava bem frio, e eu estava em casa à frente da lareira a conversar com a minha família. Estávamos a pensar em mudarmo-nos para outro planeta, pois o local onde viviamos era pobre e não tinha condições. Algo diferente e mais avançado, onde tivéssemos os serviços mais facilitados. Por isso mudámo-nos para Zenith, um planeta adorado por todos, que deriva da tecnologia pura. Já para não falar dos benefícios que nos dava. Foi nesse dia que uma grande tragédia se deu, mas por vezes há males que vêm por bem. Então, pegámos imediatamente na nave de serviço da cidade que tínhamos alugado, que se encontrava num descampado. Colocámos todas as nossas malas e partimos. Claro que isto demorou cerca de um mês para alugar a nave, tirar os nossos pertences de casa para os pôr em caixas, etc.

Dia 1 de Janeiro de 2010 – 13h:00

A viagem já tinha começado, e eu e os meus pais já estávamos no espaço, a flutuar como leves penas. Passaram-se os dias e as noites e continuávamos ali, à espera de algum sinal do planeta. Mas nada…
Subitamente uma esfera enorme de luz verde apareceu à nossa frente. Era tão intensa e soltava setas de fogo flamejantes… O meu pai pensou que era algo perigoso então desviou a nave para o lado, evitando assim chocar. Não valeu de nada. Estranhamente a luz atraiu a nave, como se fosse um imane forte. Mal a nave toca naquela esfera flamejante, tudo desaba,
os gritos dos meus pais eram insuportáveis. A pouco e pouco a nave era devorada pelo fogo, enquanto eu tentava sair dali, mas… Má sorte. Não tinha remédio. Pensei que nunca mais iria voltar a ver os meus seres queridos, e tudo o que amo no mundo…

Dia 1 de Janeiro de 2010 – 17h:12

De repente, caí. Caí num buraco escuro sem fundo. Os meus gritos eram loucos e intermináveis… E depois, o silêncio. Um vazio apoderou-se do meu coração! Estaria morta ou era só medo? Percebi que era medo porque dentro de instantes acordei. Estava perante uma estranha sala branca, sem por onde entrar ou sair. Via tudo desfocado, até que me concentrei e localizei um vulto à minha frente. Tinha sobre si um manto verde alface completamente rasgado. Na cabeça trazia uma coroa dourada, também partida. Estava descalça e flutuava no ar como uma pena.
- Finalmente chegaste… - disse serena.
- Cheguei? Onde? – perguntei confusa. Esta riu-se, e começou a falar.
- Em tempos, o universo, ou parte dele, era governado por quatro ninfas muito poderosas, que continham poderes incríveis! Mas infelizmente, as forças do mal derrotaram-nos às 4, com direito à morte súbita. As nossas almas foram separadas e depositadas em quatro esferas brilhantes e flamejantes, cada uma com o seu poder originário também aqui depositado. E tu, tiveste a oportunidade o privilégio de ser atingida com o meu poder. Poder inteligente, poder avançado, poder rápido, poder eficaz, poder poderoso. A magia tecnológica. Um poder único que nem todos podem ter. SeraphicLady, o teu destino espera-te. Tem um vasto mundo de magia à tua espera. Vai e aventura-te por esses mundos. Agora… és uma fada.
Nem queria acreditar no que me estava a acontecer, à uns minutos atrás era uma rapariga normal e inútil e agora sou um ser mágico e poderoso. Quando abri os olhos, um edifício rosa com os telhados azuis e um enorme pátio estava á minha frente. No portão de entrada estava escrito “Bem-Vindos a Alfea!”…
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lekinha
Fadas


Mensagens : 711
Reputação : 5
Data de inscrição : 04/09/2009
Idade : 17
Localização : Brasil

MensagemAssunto: Re: [Special FanFic] Clube Winx Portugal: Members Adventure   Sex Dez 03 2010, 23:23

Pink Dot Diário da Lekinha Pink Dot

Enquanto estou escondida em uma das salas de tubulação do palácio, alguma fada sortuda está entrando em Alfea.Aqui é o único lugar em que tenho privacidade.Posso até ser uma princesa, mas acredite, isso não é um conto de fadas.Desde que nasci meus pais me preparam para governar e proteger a ilha e oceano de Andros.Isso inclui preencher seu dia inteiro com milhares de aulas, reuniões com a realeza marinha, e muitas coisas praticamente descenessárias caso eu tivesse uma vida normal.Meu grande sonho... ser livre, ter amigos...
Ótimo!Meu guarda pessoal acabou de me achar.Agora tenho aula de etiqueta ou história?Tanto faz...é tudo perda de tempo.
_____________//_______
Hoje, quando estava na passeata da família real (felizmente!) a carruagem parou de funcionar.Aproveitei a confusão para fugir.Mergulhei na água até achar o portal para Magix.Entrei nele e fui parar em uma floresta de mata fechada.Andei um pouco, até que ouvi umas risadinhas....risos de criança.Parecim tão alegres como...como eu nunca fui.
Já que eu não tinha nada a perder, segui o som, e me deparei com uma vila onde as maiores casas não passavam dos meus joelhos!As crianças na verdade eram pequenas fadas, que divertiam-se em algo como um festival.Uma flor no centro da vila abria-se a cada minuto, onde uma nova mini-fada aparecia, e então festejava-se ainda mais.Quando elas finalmente perceberam minha presença, uma delas aproximou-se e falou:
-Olá,eu sou a Chatta, a pixie da boa conversa!Hummm...Pela sua cara, acho que você não sabe o que é uma pixie!Somos como mini-fadas que obtém ligações com as fadas, ajudando-as nas batalhas e fazendo uma ótima companhia - Ela deu então um largo sorriso.E continuou. - Qual é teu nome?O que está a fazer por aqui?Está perdida?Minha amiga Lockette pode te levar para casa, ela é a Pixie dos Portais e pode localizar vários lugares da Dimensão Mágica porque....
Aquela coisinha estava começando a acabar com a minha paciência.Se aquilo acompanhava uma fada pelo resto de sua vida, comecei a refletir se ficar no palácio não era melhor...
-Meu nome é Lekinha, sou a princesa de Andros.Eu NÃO estou perdida, estou aqui porque eu quis, não preciso de você, só quero ficar livre por um minuto!
A menininha levou um susto.Opa!Eu não queria ter chateado ela!
-Desculpa, anh....Chatta.Se você tiver um minuto, eu...
De repente, senti-me hipnotizada.Surgia da flor então, uma linda bonequinha que...ficaria ligada a mim para sempre!Era algo como amor à primeira vista:Totalmente maravilhoso e incontrolável!Me fez esquecer totalmente como eu estava com raiva da primeira Pixie...
A pequenina correu e veio me dar um grande abraço.Então a Chatta falou:
-Bem, vemos que ela ainda não tem nome.Quer fazer as honras, Lekinha?
-Mas é claro! - respondi.Olhei para a pixiezinha, e disse: -Te chamas...Piff!

______________________



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://awkwardlilgirl.tumblr.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [Special FanFic] Clube Winx Portugal: Members Adventure   Hoje à(s) 09:35

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Special FanFic] Clube Winx Portugal: Members Adventure
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Pins Sporting Clube de Portugal - BTF
» Moto Solidario - Clube Hayabusa Portugal
» pins Universo Sporting Clube de Portugal
» España y Portugal hoy mas unidos que siempre
» TRISTAR 500 SCRATCH AIRFIX TAP AIR PORTUGAL 1/144

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Clube Winx Portugal :: Vossas Fanfics-
Ir para: